Calle Calama 451-A 
San Pedro de Atacama  - Chile     
Buscar

COMER NO CHILE: O QUE NÃO PODE FICAR DE FORA DO SEU ROTEIRO GASTRONÔMICO!

É muito comum, ao viajar para outro país, sentir saudades da nossa comida brasileira! Mas fala a verdade, experimentar novos sabores é muito bom e nos aproxima um pouco do que é realmente o dia a dia no nosso destino, fora dos roteiros turísticos, não é? Vamos deixar algumas dicas do que você pode incluir no cardápio, durante sua viagem ao Chile!


O chileno aprecia muito o hábito de comer, reunir os amigos e a família ao redor da mesa. Em geral as principais refeições são:

Desayuno: nosso café da manhã. Não pode faltar um pão quentinho (aliás, aqui tem mais de 10 tipos de pães deliciosos! Os mais tradicionais são a marraqueta e a hallulla.), um bom chá (que chamamos de te - pronuncia como tê), presunto e queijo, um ovinho mexido, uma geléia de frutas (marmelada).. hmm. Bem tradicional né?

Para amantes de café, uma pequena decepção, porque o chileno não é muito ligado ao café e em geral só encontramos café instantâneo nas casas.

Almuerzo: bem difícil ver um chileno almoçando meio dia ou antes disso. Aqui é bem comum almoçar mais tarde, como 13:30-14:00h. Isso porque o dia também "começa" mais tarde, em geral o comércio abre as 09:30h-10:00h.

Once: essa refeição, sem dúvidas, é a mais esperada em uma casa típica chilena. Apesar do nome, ela acontece por volta de 19:00h-20:00h, quando todos estão chegando do trabalho e é a hora de reunir a família para comer e conversar. É realmente um hábito muito gostoso e o que não pode faltar é: um bom chá, pão (em geral o pan amasado, um pãozinho redondo e achatado), de acompanhamento para pão sempre tem frios, um abacate amassado com sal (a tradicional palta chilena).

As vezes, quando a Once está mais elaborada nem tem jantar depois.

Cena: o nosso jantar, mas em geral, é uma refeição mais leve, como uma sopa. Aliás, se toma muita sopa por aqui!!! =)


Agora vamos aos pratos!!! Vou listar algumas iguarias que você precisa provar!!!


1. Cazuela

Já falei que se toma muita sopa no Chile, né? Mesmo no verão, uma boa Cazuela não pode faltar. É um ensopado de carne ou frango, com caldo bem ralinho, arroz e muitas verduras! Não pode faltar um pedaço de milho, batata, abóbora, cenoura.. e muitas ervas de condimentos, que dá um sabor muito gostoso ao caldo. Os cortes das verduras são sempre grandes.




2. Pastel de choclo

Aqui no Chile pastel significa "bolo" ou "torta", que não são necessariamente doces. E choclo é milho. Então esse prato é uma torta de milho cozido, como se fosse um escondidinho, preparado com carne picadinha, ovo cozinho e azeitona. Importante dizer que o milho aqui em geral é mais doce que no Brasil, que dá um sabor meio adocicado a essa receita. Maravilhosa e bem nutritiva!


3. Pratos a lo pobre

Aqui temos variações de uma proteína animal (pode ser carne de vaca, frango, salmão, carne de porco), com batatas fritas, cebolas fritas e ovos! Lembra nosso filé a cabalo né? As vezes pode estar acompanhado de uma porção de arroz. Para mim é como um confort food, quando você está sem inspiração e quer algo gostoso... =) Ah, apesar do nome, não necessariamente é um prato barato.


4. Pil Pil



Total influência da colonização espanhola, Pil Pil é um tipo de preparação, que pode ser de camarão, cogumelos, frango. Basicamente é preparado com azeite de oliva, bastante alho, coentro, pimenta, cebola.. hmm, é bem gostoso!

Pode ser acompanhado e um pãozinho ou batatas fritas.





5. Frutos do mar - Macha a la Parmesana, Centolla, Jaiba...

Confesso que antes de morar no Chile, frutos do mar eram sinônimo de camarão, lula e polvo... kkkk

Mas na primeira visita à casa da sogra (em Valparaíso), me esperava um prato típico chamado Mariscal. O prato é preparado num disco, e tinha muita coisa!! Tinha carnes (do churrasco da noite anterior), filé de peixe branco, choritos, almejas y cholgas (os tais dos mariscos...), com conchas inteiras. Tudo regado a muito vinho branco. Confesso que não amei, talvez por ser confuso distinguir o sabor. Mas a família do Sebastián comia de lamber os dedos... kkkkk.

Mas, vou te deixar aqui alguns pratos com mariscos que eu mais gosto de comer:

- Machas a la Parmesana: o meu preferido. São conchas cobertas de queijo parmesão e gratinadas. Difícil dar errado né, principalmente quando vêm com bastante queijo!!! Pode confiar que essa combinação é delícia!

- Chupe de Jaiba: é como se fosse uma torta salgada, que usa como base uma mistura de pão embebido em leite e queijo parmesão e o recheio é o carangueijo. Tudo gratinado no forno!

- Centolla: o famoso (e caro) carangueijo gigante! Mas vale a pena, o sabor é muito bom


6. Porotos - ou feijão!!

Sim, no Chile comemos feijão! Mas não é casadinho com arroz e tampouco é um prato de todos os dias.

Aqui, o feijão na verdade não é um acompanhamento e sim um prato principal. Os mais comuns são Porotos com Riendas (tipo uma sopa de feijão, com macarrão que pode levar uma linguiça dentro) e Porotos Granados (um guisado com feijão, milho e abóbora).


7. Sopaipilla

Um clássico chileno, simples, saboroso e calórico! Uma comida "de rua", nada mais é que uma massinha redonda de abóbora frita. Em geral se come com mostarda ou com o famoso pebre ( uma espécie de vinagrete). Mas também tem uma variação doce, que é a mesma massinha com um caldo doce.



8. Empanada de Pino

Empanadas são comuns em vários países da América do Sul, mas no Chile tem uma em especial que é a clássica: a de Pino. E o que é Pino, afinal? Carne! kkkkk Na verdade é uma mistura de carne de vaca em cubos pequenos, cebola, ovos cozidos, azeitonas, temperos e normalmente uva passas - mas é comum encontrar sem também. Além de ser um famoso recheio para as tais empanadas, mais precisamente das empanadas de horno (assadas), a especiaria chilena também é parte essencial do famoso pastel de choclo, que contei ali em cima. Uma curiosidade é que empanadas as vezes são refeições numa casa chilena, por exemplo dia de domingo. Empanadas com pebre = almoço prático e gostoso!


9. Completo

Na mesma pegada das empanadas, outra comida rápida e super comum é o completo... que na verdade é a versão chilena do cachorro quente. A grande diferença é que eles tem ingredientes obrigatórios - e, para nós, um tanto quanto exóticos: pão alongado, salsicha (mas sem molho de tomate, só cozinha em água), o tomate entra picadinho em cubos pequenos, maionese e o abacate chileno - a famosa palta. Está feito o completo!


10. Barros Luco

Mais uma diquinha de comida rápida, barata e que se encontra em vários cardápios ao longo do Chile inteiro e pode passar despercebido por nós, porque o nome não dá muitas pistas né... aliás, Barros Luco era o nome/sobrenome de um ex presidente do Chile que era meio que viciado no sanduíche. Então, se você tá afim de comer algo prático pode apostar nesse sanduíche que, nada mais é que: pão, carne em pedaços (como se fossem lâminas mais finas) e queijo derretido!!! Claro que um bom chileno vai dizer que tem um segredo especial, mas na verdade a carne sendo fresquinha e gostosa, é um sanduíche sem frescuras!


11. Ceviches

Tá, o ceviche é um receita mais peruana do que qualquer coisa. Mas... com o tamanho da costa que banha o Chile, é normal pratos com peixes entrarem pro cardápio de comidas Chilenas. Dados os devidos créditos, a dica é: não deixe de provar um ceviche em sua viagem ao Chile. Aqui eu conheci um ingrediente que faz toda diferença: o leite de tigre. Oi? Sim, mas não no sentido literal =) O leite de tigre é o molho que vai dar todo o sabor ao ceviche e é a "marinada" que fica depois de temperar o peixe e tudo batido no liquidificador. Então tem cebola, limão junto com o líquido que saiu do peixe, coentro, cebola, sal, pimenta. Alguns chefs inclusive batem junto um pedaço do peixe, para que fique com uma consistência mais grossa. Dá um sabor muito especial! É comum encontrar ceviches de salmão, peixes branco como a reineta, com polvo, lula, mariscos, camarão e as vezes até a palta - o abacate- entra na jogada. Pra todos os gostos!


12. Torta Tres Leches

Tinha que ter um doce para finalizar essa sessão gastronômica né!! Também não sei a origem dessa torta, porque sei que na argentina também se come, mas aqui no Chile é bem comum encontrar e, apesar de na aparência não chamar muito atenção, o sabor é maravilhoso. Como se fosse um bolo branco, bemmm molhadinho, leva 3 tipos de leites (sério? kkk ) na preparação: leite integral, leite condensado e leite evaporada (é um processo onde se tira 50 a 60% da água do leite e a grande diferença do leite condensado é que não tem açúcar agregado), além de um pouco de doce de leite no recheio. Um clássico, imperdível!


E aí, o que acharam? Nada muito elaborado ou tão diferente assim né?

Mas posso garantir que é tudo muito bom e que sua viagem ao Chile vai ganhar um pouco mais de sabor, quando você decidir conhecer mais de perto a gastronomia local!

Acho que agora vale fazer um post sobre as bebidas que encontramos por aqui né?

Fica para a próxima!!!

Até logo!